Justiça bloqueia 36 imóveis de Neymar. Destes, 33 em SP

Se a vida não está fácil para o Neymar, imagina pra gente! Não bastasse o escândalo de ser acusado de um suposto estupro por Najila Trindade e uma séria contusão no pé direito que o tirou da Copa América, o jogador agora terá que se resolver com o fisco.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a justiça brasileira ordenou o bloqueio imediato de 36 imóveis pertencentes a Neymar, seus familiares e suas empresas. A ação é referente a transferência do jogador em 2013, quando deixou o Santos rumo ao Barcelona.

Na relação dos imóveis estão: duas mansões de luxo em Santos, avaliadas juntas em R$ 14 milhões. Três apartamentos na cidade de Itapema, em SC, juntos no valor de R$ 3,8 milhões. Um apartamento na Vila Madalena, no valor de R$ 15 milhões. Fecha-se a conta com outros 30 imóveis espalhados por Santos, Guarujá, Praia Grande e na Grande SP.

A justiça monitora os pagamentos feitos pelo Barcelona pela compra de Neymar. Apesar do negócio ter se tornado público em 2013, o craque brasileiro teria recebido antecipadamente cotas da venda em 2011, dois anos antes de deixar o Santos. O caso foi tratado em total sigilo pelos empresários do jogador.

Com Eduardo Moura
Jornalista e editor do blog AudiênciaCarioca. Clique e saiba tudo sobre o que movimenta as mídias do Rio. Curta nossas Redes Sociais: Facebook e Twitter.

Sobre Eduardo Moura 490 Artigos
Jornalista e editor do blog Audiência Carioca. Clique e saiba tudo sobre o que movimenta as mídias do Rio.