Saída do Paulo Henrique Amorim do ”Domingo Espetacular” tem viés político

É jogar pedra em lago congelado.

A saída Paulo Henrique Amorim, do comando do ”Domingo Espetacular”- já era esperada desde o começo do ano. O ”Aqui Tem Fofoca”, contou a bola do jogo bem antes.

Crítico ferrenho do governo Bolsonaro e, agora do ministro Sérgio Moro, Paulo Henrique Amorim iria ser afastado cedo ou tarde. A emissora está fazendo uma reformulação na sua revista eletrônica, como todo o jornalismo passará por mudanças.

A Record TV é um dos braços de apoio do governo Bolsonaro. O mesmo vale para a RedeTV! (Marcelo de Carvalho) e SBT (Silvio Santos).

Um empresário que não vale nem mencionar o nome, pediu a cabeça da jornalista Raquel Scheherazade, apresentadora do SBT Brasil. Ela irá entrar com um processo.

Marco Antonio Villa, comentarista e historiador que fazia parte do Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, ficou 30 dias afastado e não retornará.

Não podemos nos calar diante da censura. São apenas seis meses, de um governo desastroso, que certamente será pior do que da ex-petista Dilma Rouselff. Qual caminho teremos com este governo?.

A função do jornalismo é cobrar, informar. Sim, podemos tomar partido, afinal vivemos em uma DEMOCRACIA.

Sobre Guilherme Beraldo 1901 Artigos
Guilherme Beraldo é jornalista e assina os sites 'Portal 4' e 'Aqui Tem Fofoca'. Crítico de TV, participou dos programas 'A Tarde É Sua', 'Mulheres', 'Versátil e Atual' e 'Conexão'. Siga-me no Twitter: @beraldotv