Uso de call center e hacker mudaram três vezes os vencedores de ‘A Fazenda’

Pelo menos três participantes perderam a final de A Fazenda, reality show da Record TV, graças ao uso de call center e hacker.

Em entrevista ao Aqui tem Fofoca, um diretor de serviços de telemarketing, que atuou em cinco edições, nos revelou alguns segredinhos…

Só através de seus serviços, ao menos, em 75 roças o resultado foi alterado para beneficiar os seus “clientes”.

Na primeira edição, em 2009, Dado Dolabella só levou o primeiro lugar graças a ajuda dos serviços. O ator não gozava de uma popularidade alta e sequer era preferido do telespectadores. Seu currículo em confusões era extenso.

Na sétima edição, em 2014, Babi Rossi era a grande queridinha do público. A loira estava em alta, após a saída do Pânico na Band. O cantor DH Silveira foi quem levou a bolada final, com uma margem apertada: 51% a 49%. Na ocasião, as redes sociais cantavam as porcentagens do jogo.

Em ‘A Fazenda 8’, Douglas Sampaio desbancou Ana Paula Minerato nas últimas duas horas de votação. Algo até então ”inédito” e difícil de acontecer sem a ajuda externa.

Em tempos de redes sociais, levantar torcida nem sempre é favorável ao participante. O jogo muda em questões de horas, minutos…

Desembolsando R$ 30 mil, em média, você pode garantir um dos jogadores mais temidos de todas as temporadas: o call center.

Sobre Guilherme Beraldo 2738 Artigos
Guilherme Beraldo é jornalista e assina os sites 'Portal 4' e 'Aqui Tem Fofoca'. Crítico de TV, participou dos programas 'A Tarde É Sua', 'Mulheres', 'Versátil e Atual' e 'Conexão'. Siga-me no Twitter: @beraldotv