Éramos Seis: Carlos é baleado

Após descobrir que Isabel (Giullia Buscacio) está namorando Felício (Paulo Rocha), que além de ser mais velho, é casado, Carlos (Danilo Mesquita) fica inconformado. Ele tem uma discussão intensa com Isabel e chega a dar um tapa na irmã, que falta com o respeito com Lola (Gloria Pires).

A fim de apaziguar a situação que considera inevitável, já que sabe que Felício e Isabel não desistirão de ficar juntos, Marcelo (Guilherme Ferraz) vai ao banco e pede que Carlos converse com seu tio. Carlos aceita, mas o que realmente quer é pedir que Felício nunca mais veja Isabel.

O escritório de Felício, contudo, é justamente onde estudantes e outras pessoas que estão insatisfeitas com o governo vigente vão para protestar. Participam do ato Alfredo (Nicolas Prattes), Lúcio (Jhona Burjack), Tião (Izak Dahora), Virgulino (Kiko Mascarenhas), Adelaide (Joana de Verona), Nero (Bernardo Dugin) e até mesmo Afonso (Cássio Gabus Mendes). Estão todos reunidos quando, de repente, ouvem tiros disparados na direção dos manifestantes.

Carlos, que está tentando atravessar a rua para chegar até o escritório de Felício, não encontra Alfredo e os amigos. Ao ouvir os tiros, tenta ajudar um rapaz que tropeça e cai no chão. Ao levantar, é atingido por diversos tiros. Alguns minutos depois, quando a população toda se dispersa, é encontrado e levado para o hospital gravemente ferido.

As cenas vão ao ar a partir da próxima quarta-feira, dia 5 de fevereiro

Sobre Guilherme Beraldo 4166 Artigos
Guilherme Beraldo é jornalista, editor chefe e criador do site 'Aqui Tem Fofoca'. Crítico de TV, participou dos programas 'A Tarde É Sua', 'Mulheres', 'Versátil e Atual' e 'Conexão'. Siga-me no Twitter e no Instagram: @beraldotv