Carnaval 2021: Com barracões parados, desfiles do Rio e SP podem não acontecer em fevereiro

A maior festa do mundo deverá sofrer alterações de datas para o próximo ano. Com os barracões parados devido a pandemia do coronavírus, as agremiações não começaram a produzir suas fantasias e alegorias para o Carnaval 2021.

As treze escolas do Grupo Especial do Rio recebem da TV Globo, detentora dos direitos de transmissão, o valor de R$ 1.5 milhão. Só aí a emissora gasta mais de R$ 20 milhões, já que ainda precisar bancar o dinheiro a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro).

Os patrocinadores só irão fechar um contrato após o surto da pandemia. Segundo um representante de uma marca os contratos confidenciou ao Aqui Tem Fofoca, haverá a tentativa de renegociar o valor com a TV Globo.

Para ter cotas exclusivas, quatro empresas desembolsaram R$ 33,6 milhões. No total, a emissora arrecadou R$ 134 milhões, sendo que entre R$ 60 e R$ 70 milhões destinados para as escolas de Samba do Rio e São Paulo. Isso engloba também o Grupo de Acesso do RJ, mas conhecido como Série A.

A precisão é que o Carnaval de 2021 ocorra em até 90 dias da data oficial.

Sobre Guilherme Beraldo 2926 Artigos
Guilherme Beraldo é jornalista e assina os sites 'Portal 4' e 'Aqui Tem Fofoca'. Crítico de TV, participou dos programas 'A Tarde É Sua', 'Mulheres', 'Versátil e Atual' e 'Conexão'. Siga-me no Twitter: @beraldotv