Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Famosos e Fofocas

Apresentador da Jovem Pan comenta demissão

Publicado

/

Jovem Pan troca Lula e Maduro por senador bolsonarista e se dá bem na audiência (Reprodução/Jovem Pan)

Dispensado da Jovem Pan nesta terça-feira (22), Tiago Pavinatto deu sua versão sobre o motivo da demissão do canal. Em um pequeno blog, ele ressaltou que não foi mandado embora, mas “que preferia perder o contrato do que perder a decência”.

Enquanto isso, repórter do Mais Você afirma que já recebeu diagnóstico errado

Em suma, no programa Linha de Frente, ele xingou um desembergador de “vagabundo e tarado” e não quis dar pedido de desculpas depois de ordem de executivos da emissora de Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha.

“Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan”, afirmou Pavinatto, que antes do episódio era considerado o principal nome da Jovem Pan. Ele não aprovou a decisão do juiz Airton Vieira, do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), que inocentou um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos.

Em suma, saúde de Faustão, doença na família de Larissa Manoela e traição do namorado: Vidente revela futuro dos famosos

Publicidade

Mais sobre a polêmica que causou a demissão de Tiago Pavinatto da Jovem Pan News

Tiago Pavinatto
Reprodução Jovem Pan News

“A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton [Vieira] e eu não vou fazer, tá? E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação pra uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda. Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar pela questão do desembargador… eu não vou fazer, me desculpem. Não tem mais clima. Falar de criança acaba comigo. Espero que amanhã eu volte pra cá”, afirmou Pavinatto. No entanto, ao término do programa, ele foi suspenso e, logo depois, foi demitido ainda nesta terça-feira (22).

Por outro lado, o comentarista Rodolfo Mariz, que chegou a cair em lágrimas enquanto comentava a situação, foi apontado internamente como o responsável pelo descontrole de Pavinato. Ao contrário de seu parceiro, ele foi dispensado pela emissora e sequer teve uma segunda chance. Contudo, além de trabalhar no Linha de Frene, Rodolfo era o rosto do programa nos finais de semana e comandava o Flagrante, policial exibido nas tardes de sábado.

Por fim, a Jovem confirmou a demissão de Pavinatto. “O apresentador Tiago Pavinatto e o comentarista Rodolfo Mariz cometeram excessos em suas participações e recusaram a orientação de realizar, ao término do programa Linha de Frente, uma responsável retratação. Em virtude do ocorrido, a direção do canal decidiu pelo desligamento dos profissionais”, justificou a assessoria de imprensa da emissora.

Com informações do TV Pop.

 

Publicidade