Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Novelas

Autora que deixou novela pela metade não pode nem pisar na Globo

Publicado

/

Autora que deixou novela pela metade não pode mais pisar na Globo (Reprodução/ Globo)

Já imaginou estar assistindo uma novela e de repente ela mudar totalmente porque a autora simplesmente deixou tudo pela metade? Foi isso que aconteceu! Solange Castro Neves é uma autora renomada de nossa dramaturgia. Inclusive, durante anos foi colaboradora de Cassiano Gabus Mendes na Globo.

Embora tenha feito um grande sucesso, em 1996, enquanto trabalhava na novela Quem é Você, criada com Ivani Ribeiro e estrelada por Cássia Kiss, Solange reclamou da desorganização da Globo e acabou sendo mandada embora da emissora.

Entre os maiores sucessos de Ivani Ribeiro que contaram com a colaboração de Solange Castro Neves estão os remakes de Mulheres de Areia (1993) e A Viagem (1994) recordistas de audiência da emissora na década de 1990.

Leia mais: Tudo novo na Record: nome, microfone, slogan e os velhos problemas de sempre

Autora que deixou novela pela metade não pode mais pisar na Globo

Autora que deixou novela pela metade não pode mais pisar na Globo (Reprodução/ TV História)

Autora que deixou novela pela metade não pode mais pisar na Globo (Reprodução/ TV História)

Em primeiro lugar, Ivani Ribeiro e Solange Castro Neves trabalharam juntas na sinopse de Quem é Você. No entanto, com o falecimento de Ivani em 1995, Solange continuou a escrever a trama transmitida em 1996.

Entretanto, a trama que narrava a disputa de duas irmãs pelo amor do mesmo homem, foi escrita por Solange Castro Neves, com supervisão de Lauro César Muniz. No entanto, o folhetim não alcançou bons índices de audiência, o que fez a autora procurar a procurar a alta cúpula da emissora no intuito de discutir uma solução para a novela.

Publicidade

Entretanto, ela não recebeu apoio e decidiu abandonar a novela no capítulo 24, alegando que não retornaria mais.

E além disso, de acordo com Solange, a Globo não procurou mediar a situação e simplesmente resolveu bani-la do projeto, nomeando Lauro como autor principal.

“Estava acostumada a trabalhar com pessoas que conheciam meu estilo e o respeitavam, além da grande confiança mútua. Quando comecei a escreve, senti-me de certa forma órfã de pai e mãe. A Globo estava passando por uma enorme mudança com a saída do Boni, e Ivani, Cassiano [Gabus Mendes] e Paulo Ubiratan haviam falecido”, relatou.

Embora não guarde mágoas da emissora, a empresa decidiu não tê-la mais no seu quadro de roteiristas. Com isso, anos depois, Solange foi contratada pela TV Record, onde escreveu duas novelas: Marcas da Paixão, em 2000; e Roda da Vida, em 2002.

Em julho de 2021, Solange concedeu uma entrevista ao jornalista Alexandre Pequeno, do TV História, na qual revelou que chegou a apresentar a sinopse de um projeto para a continuação de A Viagem, intitulada O Retorno, mas a produção foi vetada.

Publicidade