Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Famosos

Entenda por que Simone exigiu a não exibição de sua participação no Hora do Faro

Publicado

/

Entenda por que Simone exigiu a não exibição de sua participação no Hora do Faro (Reprodução/Instagram)
Reprodução/Instagram

Nessa semana, a cantora Simone Mendes teve sua participação no Hora do Faro, na Record TV, vetada após a exibição de um blackface da artista, produzido pela equipe do programa. Isso porque, o blackface causou uma repercussão negativa ainda na chamada.

Entretanto, para tentar contornar o que poderia se transformar em um verdadeiro cancelamento, a Record TV substituiu o quadro que a artista participou por uma reportagem sobre o Dia das Mães, já exibida em 2019.

Simone Mendes tem quadro vetado no Hora do Faro

Entenda por que Simone exigiu a não exibição de sua participação no Hora do Faro (Reprodução/Record TV)

Entenda por que Simone exigiu a não exibição de sua participação no Hora do Faro (Reprodução/Record TV)

De acordo com o Na Telinha, a produção do programa Hora do Faro foi a responsável pela caracterização.

Entretanto, a repercussão negativa assustou a cantora e sua equipe, que pediu à Record que as filmagens não fossem ao ar. Logo, todas as gravações passaram por um descarte.

E além disso, Simone participaria do quadro Funcionário Famoso. Assim, o apresentador Faro leva uma celebridade para se caracterizar, assumir uma nova profissão e surpreender os fãs.

Em suma, o objetivo principal do quadro é que o artista trabalhe com o seu admirador sem ser reconhecido. No entanto, quanto mais tempo o famoso não é identificado, mais dinheiro ganha a pessoa escolhida pela produção da Record.

Publicidade
Em se tratando de Simone Mendes, sua caracterização foi de organizadora de um evento de enfermagem para fazer uma surpresa a três fãs: a recepcionista do próprio evento, uma enfermeira participante e outra convidada que já fez de tudo para conhecer a cantora. Entretanto, como vimos, não irá ao ar.
No entanto, para quem não sabe, no inglês, black que dizer “negro”, e face, “rosto”. Nesse sentido, se utiliza quando pessoas brancas pintam a pele com tinta escura e se “fantasiam” para se passar por um afrodescendente. Logo, no século 19, atores brancos utilizavam tinta para pintar os rostos de preto em apresentações de humor, agindo de forma exagerada para mostrar comportamentos que os brancos associavam aos negros.