Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Televisão

Juntos, streaming e TV paga encostam na Globo

Publicado

/

(Créditos: Reprodução)

Serviços de streaming como a Netflix e a TV paga se aproximaram do consumo da própria Globo, além de terem ultrapassado várias emissoras abertas. Porém, segundo informações obtidas por Ricardo Feltrin, do portal UOL, o consumo de TV aberta ainda é alto.

+ SBT tira programa do ar e não deixa estrela se despedir

+ Apresentador faz mistério sobre o novo Programa Livre no SBT: “Vai ter”

De acordo com dados obtidos pelo jornalista, 47% dos aparelhos conectados em TV e outros aparelhos nas residências (celular, tablet e computadores) passam 24 horas consumindo produtos gratuitos dentro das emissoras abertas.

+ Então, Igor Rickli comenta sobre adoção do segundo filho com Aline Wirley

Publicidade

+ Ator que recusou ordem em A Favorita nunca mais esteve em novelas: “Muito escroto”

No mês passado, a Globo sozinha foi sintonizada por 34% das TVs e demais aparelhos nas 24 horas diárias , conforme a medição de audiência.

Mas, se forem somados a TV paga e os serviços de streaming, as duas plataformas somam 30% e estão a quatro pontos da líder de audiência. Porém o streaming tem 21% , e a TV paga, 8,6%.

Enquanto Globo vê streaming encostar, apresentador faz mistério sobre novo Programa Livre, que deve retornar ao SBT muito em breve:

“Considero, os apresentadores que estão fazendo [os testes] pessoas muito corretas, séries, éticas, e comportadas. Porque, hoje em dia, o apresentador não pode ser somente bem-humorado”, disse ele sobre Yudi Tamashiro, Otaviano Costa, Tiago Abravanel e Murilo Couto, que disputam a vaga.

+ Enfim, Globo define substituta oficial de Patrícia Poeta e Ana Maria Braga nas manhãs

Publicidade

“Eu, ao longo dos meus 40 anos de televisão, fiz também o Programa Livre”, relembrou Otávio Mesquita, que segue com um programa nas madrugadas do SBT. Por ele, o profissional deixou o mistério no ar: “Com certeza o Programa Livre vai ter uma novidade aí, aguardem”.