Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
TV e Bastidores

Manoel Soares rompe silêncio e rasga o verbo sobre demissão da Globo

Publicado

/

Manoel Soares (Foto: Reprodução)

Um dia depois de sair da Globo, Manoel Soares se manifestou. Ele afirmou que a decisão de deixar a emissora ocorreu mediante acordo mútuo.

+Andréia Sadi pode “roubar” lugar de Poliana Abritta no Fantástico; Globo prepara mudanças

Dessa forma, em uma nota publicada em seu perfil nas redes sociais, o apresentador ressalta que a saída acabou sendo de comum acordo. Além disso, Manoel Soares lamenta os rumores que surgiram sobre essa decisão.

“Com minha saída da Globo, surgiram muitas notícias falsas especulando sobre o motivo. É lamentável que algumas pessoas usem instrumentos importantes do jornalismo para espalhar absurdos envolvendo meu nome”, declarou.

Sendo assim, o jornalista afirma que tomará medidas legais contra os boatos e expressa sua tristeza pelo fato de amigos e familiares estarem sendo prejudicados por essa “falta de respeito”.

Publicidade

“Peço a todos que acompanham meu trabalho que não deem atenção a essas provocações, que não alimentem essas mentiras”, enfatizou.

Manoel Soares volta a falar sobre sua cor após ser demitido da Globo

Manoel Soares (Foto: Reprodução)

Manoel Soares (Foto: Reprodução)

Em suma, desde ontem, circulam notícias de supostas denúncias de assédio contra o jornalista no setor de conformidade da empresa, que é responsável por receber denúncias de funcionários — algo que ele nega categoricamente.

Dessa forma, Manoel também afirmou que não é o primeiro e nem será o último homem negro a ser alvo de ataques infundados, que supostamente alegam um comportamento abusivo em relação a mulheres, e que está revoltado com essa situação.

“Já testemunhei isso muitas vezes e minha missão de vida é combater o racismo, a desigualdade e as injustiças. Minha saída em consenso reflete nossa trajetória de profissionalismo e não especulações. Reitero minha gratidão ao grupo. Estou tranquilo quanto à verdade. Mentiras como essas não se sustentam, e por isso serão contestadas judicialmente”, disse, por fim.