Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Novelas

Morre aos 90 anos, o diretor Reynaldo Boury

Publicado

/

Reynaldo Boury

A televisão brasileira amanheceu de luto. Morreu neste domingo, 25 de dezembro, aos 90 anos, o diretor de telenovelas Reynaldo Boury.

Boury iniciou sua carreira na TV, ainda como cameraman na TV Tupi, mas foi durante a inauguração da TV Excelsior, seu grande momento consagrando-se diretor de telenovelas.

No currículo, Reynaldo Boury dirigiu a novela Redenção, a maior novela de todos os tempos, com 596 capítulos. Ele se tornou um dos maiores diretores da TV brasileira.

Leia também:

Boury trabalhou em grandes novelas da TV Excelsior e, mais tarde, passou pela Globo, onde dirigiu as novelas: ‘Chega Mais‘, ‘Plumas e Paetês‘, ‘Sonho Meu‘, ‘Tieta‘ e outras.

Em setembro de 2010, contratado pelo SBT, para dirigir a novela Amor e Revolução, de Tiago Santiago. Em 2012, assumiu a direção geral da novela Carrossel e, ano seguinte, dirigiu a segunda versão brasileira da novela Chiquititas.

Ainda na emissora de Silvio Santos, esteve na frente das novelas Cumplices de um Resgate e As Aventuras de Poliana, além do seriado Patrulha Salvadora.

Publicidade

Ao longo de mais de 60 anos de carreira, dirigiu mais de 40 novelas, especiais, e programas infantis, como o Sítio do Pica-Pau Amarelo, em 1977.

VOTE NOS MELHORES DO ANO. CLIQUE AQUI.

Fique por dentro do Aqui tem Fofoca.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @beraldotv no Instagram.