Redes sociais do Aqui Tem Fofoca
Famosos e Fofocas

Rodrigo Faro fora da Record e Virgínia vira fracasso no SBT: Sensitivo revela 2024

Publicado

/

Muito tem se falado sobre as movimentações das emissoras em 2024. O sensitivo Val Couto foi entrevistado por José Armando Vannucci, no canal No Play News exibido no Youtube, e revelou o futuro de algumas novas atrações e o futuro de estrelas como Rodrigo Faro.

+ Record dá novo programa para Reinaldo Gottino

“Rodrigo Faro deve deixar à Record. É o que as cartas me apontam aqui. Provavelmente ele mude de cidade. Não é para agora, no início do ano. Provavelmente, isso venha a acontecer entre os meses de junho e julho. Ele tem uma luz muito grande nele”, cravou o também tarólogo.

Publicidade

+ Renato Aragão dá basta e esclarece polêmica com seu nome: “Nunca afirmei”

“As mudanças que virão para vida dele, serão muito boas. Ele só precisa ter o pé no chão para saber lidar com tudo”, acrescentou o espiritualista. Assim sendo, o destino de Faro deve voltar para a TV Globo, emissora que o consagrou na dramaturgia.

Além de Rodrigo Faro, saiba o destino de Virgínia Fonseca no SBT:

Saiba o que o sensitivo falou sobre o futuro de Rodrigo Faro na Record e de Virgínia Fonseca no SBT, aposta de Daniela Beyruti (Créditos: Reprodução/Montagem)

Saiba o que o sensitivo falou sobre o futuro de Rodrigo Faro na Record e de Virgínia Fonseca no SBT, aposta de Daniela Beyruti (Créditos: Reprodução/Montagem)

Val Couto não falou apenas do contratado da Record, mas revelou o que deve acontecer com um dos novos programas do SBT para 2024, com Virgínia Fonseca. Ela estará responsável pelas noites de sábado no canal de Silvio Santos.

+ Lívia Andrade brilha na Globo, mas revela: “Não me sinto global”

Publicidade

+ De fato, RedeTV não desperta mais interesse e vive “abandono”

“Eu vejo abandonando o programa no meio do caminho. Alguma coisa que não vai dar certo. Não vai para frente! Até pode tentar”, contou o sensitivo. “Como apresentadora não vejo um ciclo legal para ela”, acrescentou o profissional. “Nem todos os [novos] contratados vão trazer benefício”, completou.

Publicidade